Biotecnologia aplicada ao setor de cosméticos será discutida em Brasília/DF

A geração de insumos para cosméticos é uma oportunidade para o enriquecimento de cadeias agropecuárias com novos produtos

De 25 a 27 de setembro acontece em Brasília/DF o IV Encontro de Pesquisa e Inovação. Promovido pela Embrapa Agroenergia, o evento discutirá o papel da biotecnologia para o desenvolvimento tecnológico no setor de cosméticos, que ocupa o segundo lugar no ranking dos que mais investem em inovação no Brasil.

A geração de insumos para cosméticos é uma oportunidade para o enriquecimento de cadeias agropecuárias com novos produtos. Atualmente, as empresas do setor têm como desafio atender ao consumidor cada vez mais exigente, que pede produtos de baixo impacto ambiental. Como exemplo, uma linha de pesquisa com potencial para gerar insumos com estas características é o estudo de microalgas.

O encontro contará com mesas-redondas voltadas para o segmento de cosméticos e de nutrição animal. Além disso, serão exibidos 22 trabalhos em desenvolvimento nos laboratórios da Embrapa Agroenergia.

Para conferir a programação completa, acesse www.embrapa.br/enpi2017. Para outras informações, ligue para (61) 3448-1592/1598 ou escreva para cnpae.enpi@embrapa.br

Serviço

O quê? IV Encontro de Pesquisa e Inovação

Onde? Embrapa Agroenergia | Parque Estação Biológica s/n° | Brasília/DF

Quando? De 25 a 27 de setembro

*Com informações da Embrapa Agroenergia

 

Safra de laranja 2017/18 é reestimada em 374,06 milhões de caixas

Montante corresponde a um aumento de 2,63% da previsão divulgada em maio pelo Fundecitrus

Redação*

pomar_laranjaA safra de laranja 2017/2018 do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro deve ser de 374,06 milhões de caixas, de 40,8 Kg cada. A reestimativa é do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus). O montante corresponde a um aumento de 2,63% em relação à estimativa inicial, publicada em maio, de 364,47 milhões de caixas.

Ainda de acordo com o Fundecitrus, o crescimento da safra foi provocado pelas chuvas acima da média nos meses de abril, maio e junho deste ano, que causaram aumento do peso das laranjas em relação à expectativa inicial e, por consequência, redução do número de frutos necessários para compor uma caixa de 40,8 Kg.

O relatório traz também que a taxa média de queda de frutos deve ser de 18,25%, enquanto o número projetado em maio era de 18,50%. Em relação à colheita dos frutos, cerca de 75% da safra de variedades Hamlin, Westin e Rubi já estava colhida em meados de julho. Em agosto, a colheita dessas variedades chegou a 93% e das outras variedades precoces atingiu 73%. Para a variedade de meia estação, Pera Rio, estima-se que apenas 27% da produção já tenha sido colhida. No caso das variedades tardias, estima-se que somente 8% da produção de Valência Folha Murcha já foi colhida, e 5% da Natal.

A reestimativa divulgada hoje (11) pelo Fundecitrus tem como base o monitoramento de 900 talhões do cinturão citrícola feito a partir da divulgação da estimativa inicial de maio.

*Com informações do Fundecitrus

 

CEAGESP oferece oficina gastronômica

Aberto ao público, evento faz parte da Semana do Peixe

Redação*

10646823_926907020657117_7608035117607224025_nNa próxima quarta-feira (13), a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) oferecerá ao público uma oficina gastronômica com o chef Juliano Braz, responsável por todas as receitas dos festivais da Companhia.

Na ocasião, o chef vai mostrar, na prática, as melhores combinações de texturas e métodos de cocção de peixes e frutos do mar, levando em conta a sazonalidade dos ingredientes e sua importância. O workshop também inclui degustação de todos os pratos preparados durante a aula.

O evento é gratuito e faz parte da Semana do Peixe na CEAGESP.

Serviço

O quê? Oficina Gastronômica

Onde? Espaço Gastronômico CEAGESP | Portão 4 da CEAGESP – Av. Dr. Gastão Vidigal (altura do n° 1946) | São Paulo/SP

Quando? 13 de setembro, das 12h30min. às 14h

*Com informações da assessoria de imprensa da CEAGESP