Mercado de nutrição vegetal cresceu 10% em 2017, estima Abisolo

Avaliação foi feita durante a posse dos novos integrantes dos Conselhos Deliberativo, Consultivo e Fiscal da entidade, na sexta-feira (2), em São Paulo. Clorialdo Levrero assume presidência da entidade

Redação*

Clorialdo Levrero Abiloso. Foto Ricardo HaraO mercado de produtos para nutrição vegetal apresentou crescimento de 10% no ano passado, estimou Cloriovaldo Roberto Levrero (foto), em fala durante sua posse como o novo presidente da Abisolo – Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, em solenidade em São Paulo na sexta-feira, 02, junto com os novos integrantes dos Conselhos Deliberativo, Consultivo e Fiscal da entidade.

“Nossa proposta é, seguindo a expansão registrada pelo mercado nos últimos anos, trabalhar na direção de uma administração mais profissional e técnica, incorporando inclusive novos profissionais, para que a entidade ganhe mais agilidade e eficiência nas suas ações e iniciativas, com vistas a se posicionar melhor no dinâmico agronegócio brasileiro”, resumiu o executivo, informando que os dados definitivos do desempenho do setor em 2017 serão divulgados em breve.

Levrero salientou ainda que a intenção da entidade é auxiliar as empresas na busca constante por inovação, recordando que as indústrias associadas à Abisolo investem aproximadamente 5% de sua receita bruta anual em pesquisa e desenvolvimento. “Devemos explorar todos os subprodutos da agroindústria e da mineração para desenvolver produtos que possam ser levados ao produtor rural, de maneira a melhorar sua produtividade”, observou Levrero. “E sempre tendo como premissa o desenvolvimento de insumos destinados a uma agricultura cada vez mais sustentável econômica, social e ambientalmente”, complementou .

“Todas as empresas do setor de nutrição vegetal, independentemente de segmento, têm como preocupação principal ganhar eficiência e minimizar os impactos ambientais”, reforçou Gustavo Branco, vice-presidente do Conselho Deliberativo da entidade, para quem o Brasil já experimenta um protagonismo mundial no campo da nutrição vegetal, “pois nossos produtos não ficam devendo nada aos que são desenvolvidos em qualquer parte do planeta”.

Levrero destacou ainda que toda a evolução que o segmento de nutrição vegetal tem obtido nos últimos anos se deve também ao trabalho desenvolvido por toda a equipe da Abisolo. A solenidade de posse dos dirigentes da entidade contou com uma palestra do consultor e engenheiro agrônomo, Marcelo Prado.

O evento foi prestigiado ainda pelo secretário da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Arnaldo Jardim, que ressaltou a atuação da Abisolo ao longo dos últimos anos. “A entidade é representativa do segmento e bastante atuante na busca por inovações em termos de nutrição vegetal. Nesse sentido, gostaria de reafirmar o compromisso da Secretaria em promover parcerias para o desenvolvimento de políticas públicas de interesse de todos os envolvidos no segmento”, disse o secretário.

* com informações da assessoria da Abisolo.

Foto: Ricardo Hara/Divulgação Abisolo.