Região Norte retoma geração de emprego no campo com carteira assinada

Dado é do último boletim divulgado pelo Dieese

Redação*

DSC03715Estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou que o emprego com carteira assinada no setor agropecuário cresceu, no primeiro semestre de 2017, na maioria dos estados da Região Norte.

De acordo com a análise, em junho, o Pará foi o estado do Norte que mais contratou no setor e teve o melhor desempenho: 376 novos postos de trabalho no campo. O número representa um crescimento de 0,72%, se comparado ao mês anterior.

No acumulado do primeiro semestre, o saldo entre demissões e admissões foi de pouco mais de 80 vagas. Para Roberto Sena, técnico do Dieese, “a quantidade pode parecer pequena, mas é expressiva se comparada com o mesmo período em 2016, quando quase 1,2 mil postos de trabalho, no campo, foram fechados.

Além do Pará, o primeiro semestre do ano também foi positivo na geração de emprego no campo com carteira assinada, no Acre, Amapá e Tocantins.

*Com informações da Agência Brasil