Brasil decide entrar com ação na OMC por embargo de carne de frango pela União Europeia

De acordo com Mapa, o bloqueio não se deu por questões sanitárias e sim, comerciais

Redação*

foto - Ernesto Reghran/Pulsar Imagens

foto – Ernesto Reghran/Pulsar Imagens

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou na última terça-feira (17) que o Brasil vai entrar com uma ação na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a União Europeia (UE), por conta do embargo às importações de carne de frango da BRF e de outros frigoríficos brasileiros. Maggi disse que a medida por parte da UE poderá afetar as negociações para um acordo de livre comércio entre Mercosul e o bloco europeu.

De acordo com o ministro, não se trata de um embargo sanitário e sim, comercial, já que o País não deixou de cumprir nenhuma exigência sanitária dos europeus.

O setor passa por problemas desde março do ano passado, quando foi deflagrada a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Há cerca de um mês, quando foi realizada a terceira fase da Operação, que apontou um esquema fraudulento entre laboratórios privados e frigoríficos, que envolvia a concessão de laudos que atestavam a ausência de salmonela em carnes de aves, a situação piorou.

 

Nove frigoríficos brasileiros serão liberados para exportação de carne de frango à União Europeia

Segundo Mapa, europeus sinalizaram exclusão de abatedouros da lista de exportadores vetados

Redação*

foto - Ernesto Reghran/Pulsar Imagens

foto – Ernesto Reghran/Pulsar Imagens

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou que nove frigoríficos brasileiros foram liberados para a venda de carne de frango à União Europeia.

De acordo com o Mapa, a União Europeia sinalizou a exclusão desses abatedouros da lista de exportadores vetados e que, portanto, não haveria mais motivos técnicos para manter a suspensão.

A expectativa é de que a Comissão Europeia inicie a votação do fim da suspensão, processo que pode demorar alguns dias.

O ministro da pasta, Blairo Maggi, já havia informado que o bloqueio de carne de frango brasileira será levado à Organização Mundial do Comércio (OMC), já que na avaliação dele, os embargos estão ligados a uma questão comercial e não sanitária, argumentando que o País atende a todas as exigências dos europeus sob o aspecto sanitário.

*Com informações da Agência Brasil

 

 

Mapa suspende exportação de carne de frango da BRF à União Europeia

Ministério afirma que tomou a medida preventivamente

Redação*

frangoII_MorguefileEm comunicado a seus acionistas, na última sexta-feira (16), a BRF confirmou que teve parte de suas exportações de carne de frango para a União Europeia suspensas pelo Ministério da Agricultura a partir desta data.

Em nota, o Ministério afirma que adotou a medida preventivamente e que uma missão técnica seguirá para a Europa na próxima semana e deve prestar todos os esclarecimentos necessários paras as autoridades sanitárias locais.

A Associação Brasileira de Proteína Animal comentou a decisão do Ministério e afirmou que o caso envolve apenas divergências sobre critérios de classificação de produtos exportados em relação à bactéria Salmonella spp e que isso, em termos práticos, não traz risco à saúde pública.

A Associação argumenta ainda que o Brasil exporta carne de frango para a Europa há mais de dez anos e que nunca houve qualquer registro de problemas de saúde pública relacionados à carne brasileira. Por isso, não haveria motivos concretos para o embargo. O Brasil é o maior exportador de carne de frango do mundo.

*Com informações da Agência Brasil