Prorrogadas inscrições para o Prêmio de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais

Interessados têm até 20 de fevereiro

Redação*

irrigação_gotejamentoForam prorrogadas até 20 de fevereiro as inscrições para o Prêmio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais (SAT). O objetivo do prêmio é reconhecer 15 iniciativas brasileiras e também incentivar e fortalecer a articulação, a mobilização e a formação de redes comunitárias em torno dos SAT.

Os cinco primeiros colocados receberão R$ 70 mil e os demais selecionados R$ 50 mil e, também serão premiados com uma capacitação oferecida por especialistas das três instituições inspiradoras do Prêmio. Os contemplados terão ainda a oportunidade de concorrer ao título de Patrimônio Cultural do Brasil, concedido pelo Iphan, e ao reconhecimento internacional da FAO como Sistemas Agrícolas Tradicionais de Relevância Global.

Sistemas culturais

É considerado um Sistema Agrícola Tradicional (SAT) um conjunto de elementos desde os saberes, mitos, formas de organização social, práticas, produtos, técnicas e artefatos e outras manifestações associadas, formando sistemas culturais que envolvem espaços, práticas alimentares e agro ecossistemas manejados por povos e comunidades tradicionais e por agricultores familiares.

Para o Prêmio, as boas práticas podem ser inscritas por meio de uma entidade que deverá comprovar que possui histórico de relacionamento com o grupo social/comunidade detentora de Sistema Agrícola Tradicional. Só é possível inscrever uma iniciativa por entidade. Estes grupos/comunidades possuem conhecimentos específicos sobre os SAT e são os principais responsáveis pela sua transmissão para as futuras gerações e continuidade da prática ao longo do tempo.

Dúvidas sobre a Premiação devem ser enviadas para premiosatbndes@embrapa.br. Para ter acesso ao edital e se inscrever, clique aqui.

*Com informações da Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário

 

Cargill abre inscrições para o Programa Jovens Profissionais

Interessados devem se inscrever até 21 de novembro

Redação*

estágio_morguefile_reduzidaA Cargill abriu processo seletivo para escolha de jovens profissionais. Ao todo, são 19 vagas nas áreas de Administração, Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências dos Alimentos, Publicidade e Propaganda, Engenharias, Marketing, Medicina Veterinária e Zootecnia.

As oportunidades são para as cidades de São Paulo/SP, Uberlândia/MG, Santarém/PA, Rio Verde/GO e Ilhéus/BA. Os contratados terão direito à remuneração alinha às práticas de mercado, vale-refeição ou restaurante interno, programa de participação nos resultados (PPR), assistência médica e odontológica, plano de previdência privada, seguro de vida, cooperativa de crédito, grêmios locais – atividades esportivas, culturais e de lazer, e benefícios de fim de ano.

O processo de seleção envolve provas online de idiomas, de solução de problemas e de comportamento, além de uma entrevista virtual e um painel com executivos da empresa.

A empresa busca profissional que tenha experiência corporativa, com no mínimo um ano para a formação na Universidade ou no máximo três anos de graduado. O candidato também deve ter entre dois e três anos de experiência profissional e potencial para liderança e aderência ao mundo corporativo.

Os interessados devem fazer inscrições pelo site www.novostalentoscargill.com.br até 21 de novembro.

*Com informações da assessoria de imprensa

 

 

Ministério do Meio Ambiente abre inscrições para cursos na área ambiental

Interessados devem se cadastrar até 28 de julho

Redação*

fazenda-300x225O Ministério do Meio Ambiente (MMA) abriu nesta segunda-feira (17), inscrições para cursos à distância nas áreas de recursos hídricos, agricultura familiar, mudança do clima, produção e consumo sustentáveis, unidades de conservação, igualdade de gênero e outros temas.

Ao todo, são doze cursos. Os interessados devem se cadastrar no ambiente virtual do MMA até 28 de julho e escolher um ou mais cursos, que serão realizados sem tutoria. A efetivação da inscrição está condicionada à oferta de vagas. De acordo com o ministério, serão abertas 40 mil vagas, incluindo turmas fechadas, realizadas por instituições parceiras.

O conteúdo dos cursos é livre para uso público e pode ser disponibilizado para que instituições parceiras os ofertem em suas próprias plataformas.

*Com informações do Ministério do Meio Ambiente