“Vivemos um momento delicado”

De acordo com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, a concentração da JBS no Brasil pode trazer complicações ao setor produtivo

_MG_2498Em participação ao evento “Força do Campo”, promovido pelo banco Santander Brasil, em Cuiabá/MT, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse a jornalistas que sempre se preocupou com o tamanho que a JBS adquiriu no Brasil. “Sempre fui um crítico da posição do governo, do BNDES, de ter proporcionado esta grande concentração que houve no País. Isso é muito perigoso. E agora nós vivemos um momento delicado. Não sabemos o que vai acontecer à Companhia. Vamos imaginar que aconteça o pior; isso complica o setor produtivo”, disse.

“Nós do Ministério estamos fazendo um levantamento de todas as plantas que estão fechadas, tentar estimular o desenvolvimento de algum outros grupos para entrar no mercado. Eu vim do Oriente Médio esta semana, e percebi também lá nos nossos distribuidores, essa preocupação; de um setor ficar concentrado na mão de uma ou duas empresas muito grandes e agora corrermos o risco de problema com segurança alimentar. O momento é complicado”, enfatizou Maggi.

O ministro informou também que a questão da entrada da carne brasileira em mercados internacionais está resolvida. “Não temos nenhum problema com embargo; a questão agora é de mercado. A imagem do Brasil está comprometida; ficou um ponto de interrogação na qualidade de nossos produtos que antes não tínhamos. A Operação Carne Fraca continua; a primeira e a segunda etapas já se encerraram e, provavelmente haverá outras. O Ministério apoia a ação da Polícia Federal, mas temos de tomar cuidado em relação à qualidade”, disse.

*a repórter viajou a Cuiabá/MT a convite do Santander

 

 

 

 

 

 

 

Caravana da Produtividade dá largada à sua segunda edição

Com cinco equipes simultâneas, o projeto percorrerá 136 cidades em 19 estados dos principais polos pecuários do Brasil

pedro-bacco_caravana-da-produtividade

Pedro Bacco, diretor da àrea de Negócios de Grandes Animais da Merial Saúde Animal

Pela segunda vez, a Caravana da Produtividade põe o pé na estrada para percorrer os principais polos pecuários do Brasil. Com largada prevista para a próxima quinta-feira, 15/9, o projeto é uma realização da Merial Saúde Animal, DSM Tortuga, Dow AgroSciences, JBS e Volkswagen. “Vamos ampliar o trabalho realizado em 2015. Para isso, teremos cinco unidades móveis se locomovendo simultaneamente em diferentes regiões do País. Ao todo, visitaremos 136 cidades em 19 estados, o que corresponde a 72 mil Km rodados em 10 semanas, de setembro a novembro”, explicou em coletiva de imprensa realizada nesta manhã (12), Pedro Bacco, diretor da área de Negócios de Grandes Animais da Merial Saúde Animal.

A Caravana tem uma programação que envolve 480 visitas, cerca de 50 eventos, entre jantares, palestras e dias de campo. “Queremos impactar 2.500 pecuaristas diretamente”, anseia Bacco. A equipe 1 percorrerá os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná; a 2 – São Paulo e Mato Grosso do Sul; a 3 – Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Goiás; a 4 – Bahia, Sergipe, Pernambuco, Tocantins, Maranhão, Ceará e Pará e a 5 – Mato Grosso, Rondônia e Acre.

caravana-da-produtividade_representantes-empresas

Representantes das empresas parceiras durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira

De acordo com o diretor de Negócios da Merial, será realizado um forte trabalho junto às revendas com o objetivo de difusão de tecnologias para o setor. “O uso de tecnologia é diretamente proporcional à qualidade do produto final. Nossa meta é falar com o maior número de pecuaristas possível e, para isso, precisamos contar com a ajuda dos balconistas, que serão qualificados para orientar os produtores neste sentido”, diz Bacco. “A concentração existe e sempre vai existir; precisamos é fazer com que os pecuaristas que têm risco de serem excluídos pela intensificação tecnológica dos mais eficientes sejam mais impactados com este trabalho”, acrescenta.

O projeto conta também com o apoio da Assocon, Inttegra, Apta, ABMRA, Agroconsult e ABCZ.

Os resultados da Caravana devem ser apresentados na primeira semana de dezembro de acordo com a Merial, empresa idealizadora da ação.

Friboi lança plataforma de conteúdo sobre carne bovina

Em parceria com a Globo.com, marca quer atingir 130 milhões de consumidores com a novidade

academia da carneCom o objetivo de ficar mais próximo ao consumidor, a marca Friboi, da empresa JBS, lançou na terça-feira (5) a plataforma online “Academia da Carne Friboi – mais confiança para você falar de carne” em parceria com a Globo.com. Reunindo dicas, vídeos, matérias, cursos, receitas e informações a respeito de carne bovina, a novidade tem como embaixadores a apresentadora Ana Maria Braga e os chefs Olivier Anquier (L’Entrecôte D’Olivier) e Guga Rocha, responsáveis pela elaboração dos conteúdos.

A plataforma ainda conta com a colaboração de um time de chefs renomados – Ana Luiza Trajano, Carla Pernambuco e Mônica Rangel são alguns dos nomes que aparecem entre os especialistas. “As campanhas anteriores priorizaram a credibilidade da marca por meio de questões ligadas à segurança alimentar, a qualidade da carne etc. O que queremos agora é estar junto ao consumidor no pós-compra, ou seja, no consumo e no pós-consumo”, diz Maria Eugênia Rocha, gerente de Marketing da divisão de Carnes da JBS.

Sem abrir qual foi o investimento no projeto, nem qual a expectativa de crescimento a partir do lançamento desta Campanha, a empresa diz que este é o maior trabalho da marca para 2016. “Acreditamos que o crescimento virá com a agregação de valor, com o enfoque na informação ao consumidor”, diz Renato Costa, presidente da Divisão de Carnes no Brasil da JBS. “O grande investimento será neste mês de abril, que inclui inserções sobre a plataforma na TV. Depois de verificarmos o impacto e avaliarmos os resultados, faremos um ajuste de rota”, completa Maria Eugênia.

academia da carne 2A empresa, no entanto, não acredita que haverá a curto prazo uma melhora no consumo de carnes, que obteve queda no último ano, um dos sintomas do efeito da crise econômica. “Acreditamos na diversificação de cortes para melhorar o acesso das pessoas ao consumo”, afirma Costa.

A plataforma pode ser acessada pelo endereço – www.academiadacarnefriboi.globo.com