Safra de laranja 2017/18 é reestimada em 374,06 milhões de caixas

Montante corresponde a um aumento de 2,63% da previsão divulgada em maio pelo Fundecitrus

Redação*

pomar_laranjaA safra de laranja 2017/2018 do cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro deve ser de 374,06 milhões de caixas, de 40,8 Kg cada. A reestimativa é do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus). O montante corresponde a um aumento de 2,63% em relação à estimativa inicial, publicada em maio, de 364,47 milhões de caixas.

Ainda de acordo com o Fundecitrus, o crescimento da safra foi provocado pelas chuvas acima da média nos meses de abril, maio e junho deste ano, que causaram aumento do peso das laranjas em relação à expectativa inicial e, por consequência, redução do número de frutos necessários para compor uma caixa de 40,8 Kg.

O relatório traz também que a taxa média de queda de frutos deve ser de 18,25%, enquanto o número projetado em maio era de 18,50%. Em relação à colheita dos frutos, cerca de 75% da safra de variedades Hamlin, Westin e Rubi já estava colhida em meados de julho. Em agosto, a colheita dessas variedades chegou a 93% e das outras variedades precoces atingiu 73%. Para a variedade de meia estação, Pera Rio, estima-se que apenas 27% da produção já tenha sido colhida. No caso das variedades tardias, estima-se que somente 8% da produção de Valência Folha Murcha já foi colhida, e 5% da Natal.

A reestimativa divulgada hoje (11) pelo Fundecitrus tem como base o monitoramento de 900 talhões do cinturão citrícola feito a partir da divulgação da estimativa inicial de maio.

*Com informações do Fundecitrus